Estrutura da ITECPB, à direita, no Parque Tecnológico de Pato Branco

Região Sudoeste conhece os indicados ao Prêmio Habitats PR de Inovação

Iniciativa do Sebrae/PR visa reconhecer projetos inovadores e os ambientes que promovem o desenvolvimento de novas ideias e negócios.

Os vencedores do Prêmio Habitats PR de Inovação serão conhecidos durante o Conecta 2021, maior evento de inovação do Paraná, nos dias 25 e 26 de agosto. A iniciativa do Sebrae/PR, em parceria com a Rede Paranaense de Incubadoras e Aceleradoras (Reinova), premiará duas categorias: empreendimentos em desenvolvimento e empresas inovadoras que participam dos programas oferecidos pelos habitats de inovação e que podem ou não estar instalados nesses ambientes; e empreendimentos consolidados, que já passaram pelos programas e atuam no mercado de maneira mais consistente, sem o apoio direto desses ambientes, mas que ainda mantenham algum tipo de vínculo.

A premiação será separada e serão reconhecidas as empresas inovadoras e ambientes de inovação em cada uma das seis Regionais do Sebrae/PR. Na Regional Sul, que compreende os municípios do sudoeste do Estado, a seletiva envolveu sete habitats de inovação: as incubadoras de inovações tecnológicas da UTPFR em Pato Branco, Francisco Beltrão e Dois Vizinhos, as incubadoras tecnológicas de Francisco Beltrão (Intec), Pato Branco (ITECPB), e Dois Vizinhos (Sudotec), e o Ciklo, hub de inovação da Associação Empresarial de Francisco Beltrão (ACEFB).

Dez empreendimentos foram selecionados pelos gestores dos habitats ao Prêmio no Sudoeste, seis em desenvolvimento e quatro consolidados. Sudotec: incubada – Leiloaê, graduada – Leigado; Ciklo, de Francisco Beltrão: incubada – BBA Brazilian Bioactives; UTFPR Dois Vizinhos: incubada – Camp Sementes; Intec: incubada – AgilizaMed, graduada – EdukaMaker; ITECPB: incubada – Agende; UTFPR Pato Branco: incubada – Real World Agronomy, graduada – Inobram Automações; e UTFPR Francisco Beltrão: incubada – América Verde Fármacos.

Elizandro Ferreira, consultor do Sebrae/PR, relata que cada habitat promoveu avaliação interna para a indicação das empresas ao Prêmio. Em alguns casos, não houve inscrição de empresa graduada, em função de o processo de formação ser recente. “Além de premiar o trabalho inovador das empresas, o Sebrae quer reconhecer o esforço dos habitats de inovação em todo o Estado. São esses ambientes que permitem o desenvolvimento e validação de ideias e, consequentemente, o surgimento de novos negócios”, detalha Elizandro.

Vitrine

Para Alexandre Pécoits, secretário de Planejamento e coordenador de Tecnologia e Inovação em Francisco Beltrão, o reconhecimento das iniciativas resulta em visibilidade para a Intec. “Novos empreendimentos despontando divulgam a incubadora, o que pode resultar na chegada de mais pessoas e o desenvolvimento de novas ideias. Não se trata de ver [o Prêmio] como uma competição, mas como uma forma de motivar os incubados e graduados.”

Pécoits, que também responde como coordenador da Intec, relata que a incubadora teve seis empresas graduadas nos últimos quatro anos. Atualmente, o ambiente conta com dez grupos, entre pré-incubadas e incubadas. Silvia Scariotto, diretora da incubadora tecnológica de Pato Branco (ITECPB), acredita que o Prêmio Habitats PR permite o intercâmbio com outros ambientes de inovação do Estado, além da divulgação das soluções desenvolvidas na ITECPB. “A iniciativa também serve para que nós, gestores, possamos avaliar o nível das incubadas e traçar estratégias para melhorar a estrutura e as condições para que novos negócios possam surgir”, analisa.

A ITECPB iniciou 2021 com 17 empresas incubadas – três foram graduadas ao longo deste ano. Outras duas foram aprovadas em banca e devem assinar contrato em breve. Recentemente, o habitat começou um projeto piloto de pré-incubação, com duração de quatro meses e seis grupos em fase de ideação.

Na incubadora tecnológica da Associação para o Desenvolvimento Tecnológico do Sudoeste (Sudotec), de Dois Vizinhos, estão quatro empresas incubadas e uma graduada. Mariléia Santini, coordenadora do habitat, salienta que há espaço para o desenvolvimento de novas ideias. “Empresários e empreendedores podem enxergar novas oportunidades de negócios. A incubadora precisa dessa visibilidade. No momento, temos condições de dar oportunidade para mais empreendedores, o que é vantajoso para todos, pois novos negócios geram emprego e renda para o município”, frisa Mariléia.

Premiação

Os empreendedores selecionados nas respectivas Regionais serão premiados com horas de mentorias, consultorias do Sebrae/PR e com troféu e certificado de “Empreendimento ou Ambiente de Inovação Destaque 2021”.

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube