Sesa antecipa pagamento de prestadores e volume de recursos passa de R$ 142 milhões

Mais de 142 milhões serão pagos aos prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) até esta quinta-feira (9). Os valores são referentes aos meses de outubro e novembro. Normalmente, os pagamentos aos hospitais e ambulatórios pelos serviços realizados no Estado são feitos ao final de até dois meses subsequentes, considerando o trâmite financeiro e orçamentário. Há previsão que o mês de dezembro também seja antecipado.

Neste caso, o repasse para a quitação das despesas do mês de novembro (R$ 71.114.825,58), que seriam para janeiro de 2022, foi antecipado. Pelo segundo ano consecutivo, a medida financeira é adotada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).
Aproximadamente 1.200 prestadores de serviços receberão pagamentos pela produção contratualizada com o Estado. São clínicas em geral, hospitais, Apaes, laboratórios, entre outros estabelecimentos.

Para a produção hospitalar da média e alta complexidades, o Estado repassou na terça-feira (7) R$ 79.670.352,19. Na quarta-feira (8) foi liberada mais uma parcela de R$ 6.513.412,22 para as Autorizações de Internações Hospitalar (AIH) de procedimentos Covid-19 e hoje (9), o pagamento será finalizado com o montante de R$ 56.045.886,76 para as despesas dos atendimentos ambulatoriais.

Os mais de dois mil pagamentos chegam a R$ 142.229.651,17 e são referentes à realização de consultas, exames, diárias de internações, cirurgias, medicamentos, materiais e insumos em geral para manutenção de unidades do Estado.

“Temos colocado na gestão a importância da parceria com os prestadores, especialmente na estratégia da pandemia. E, com o nosso planejamento e a organização e otimização da condução financeira da Sesa, estamos antecipando, pelo segundo ano, o pagamento destes prestadores, inclusive para dar fôlego para estas unidades também nesta sintonia de ações com o Estado”, afirmou o secretário Beto Preto.

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube